Confira cinco orientações para aproveitar ao máximo suas compras na Black Friday.

O dia oficial da Black Friday no Brasil é 27 de novembro, mas você já deve saber que é possível aproveitar descontos em todo o mês. As lojas líderes costumam adiantar suas ofertas e oferecer promoções atrativas já na primeira semana, no entanto, é crucial estar vigilante para garantir que você aproveite verdadeiramente boas oportunidades de negócios.

Anúncios

É uma prática comum ceder à tentação das compras por impulso ao depararmos com promoções atraentes, no entanto, essa abordagem nem sempre é a mais vantajosa. Além de verificar cuidadosamente a qualidade de uma promoção, é fundamental adotar um planejamento financeiro e estabelecer limites pessoais para evitar gastos excessivos no cartão de crédito, concorda?

Pensando nisso, o Conta Corrente reuniões 5 dicas que vão te ajudar a fazer boas compras durante toda a Black Friday. Veja!

1. Faça uma lista de desejos de Black Friday

A maneira mais eficaz de assegurar que suas compras na Black Friday sejam apenas de itens necessários é elaborar uma lista dos produtos que você precisa adquirir. Na hora de elencar os produtos, seja franco ao anotar o que é realmente necessário e, principalmente, que cabe dentro do seu orçamento.

Anote os seus desejos de Black Friday em ordem de importância, deixando claro quais produtos são mais essenciais e quais podem ser comprados em outro momento. Assim, você já terá em mente exatamente o que quer e não será influenciado tão facilmente pelos anúncios. Lembre-se: se não está na lista, você não quer de verdade. Do contrário, teria lembrado de colocar na lista antes, não é?

2. Estipule um teto de gastos para Black Friday

Essa é a hora de alinhar as expectativas à realidade. Às vezes, nossos desejos não correspondem com nosso orçamento de gastos. Isso significa que, mesmo com as promoções, talvez não seja possível comprar tudo o que queremos.

Anúncios

É importante olhar para o seu planejamento financeiro antes de começar a ser impactado pelas promoções, assim terá uma visão realista para estipular um teto de gastos com a Black Friday que não atrapalhe as finanças pessoais.

A melhor forma de não se arrepender de uma compra é tendo um bom planejamento. Lembre-se disso. Muitos pessoas se organizam financeiramente com antecedência para fazer compras específicas na Black Friday. Se esse for o seu caso, as coisas estão ainda mais fáceis para você, já que juntou o dinheiro para usar agora.

3. Monitore os preços praticados

Agora que você já se organizou pessoalmente para começar a explorar as ofertas da Black Friday, é o momento de se preparar para conseguir aproveitar as promoções mais atrativas. Uma das melhores formas de fazer isso é monitorando os preços.

Você já deve saber que existem muitas lojas que querem tirar proveito da Black Friday para enganar o consumidor. É comum algumas delas aumentarem seus preços perto da data para que no dia do evento o desconto pareça maior.

Por isso, utilize alertas de preço, consulte históricos e use comparadores de ofertas para ter certeza de que aquela promoção é realmente vantajosa. Algumas plataformas interessantes para isso são Buscapé, Zoom e extensão do Google Chrome que se chama Comparador EscolhaSegura.

4. Cadastre-se previamente nos principais sites

Você deve saber que alguns descontos são realmente incríveis e, por isso, acabam bem rápido. Por isso, se você quer estar bem preparado, é interessante já se cadastrar nas principais lojas, para que não perca tempo preenchendo formulários na hora das promoções.

Além de fazer o cadastro, certifique-se de que lembrará da senha utilizada. Se preferir, anote-as em um lugar seguro. É comum que as plataformas de venda fiquem congestionadas no dia Black Friday e pode ser que você demore mais tempo do que o normal para receber um e-mail de alteração de senha, caso precise.

5. Verifique se a loja é confiável 

Não dê chance para os oportunista de plantão! Há muitos golpistas na internet apenas esperando o momento certo para aplicar um golpe. Para não se deixar levar, antes de tudo, desconfie de preços realmente absurdos.

Além disso, cheque a autenticidade dos sites. Não clique em links recebidos por terceiros. Prefira os canais oficiais da loja. Para não cair nos truques das lojas de fachada, consulte a procedência do estabelecimento nas redes sociais, no Reclame Aqui e até mesmo no Procon. 
Como vimos, para garantir boas promoções na Black Friday é importante se planejar financeiramente, estipular as prioridades de compras, ser cauteloso para não cair em golpes e também não se deixar levar pelo impulso. Seguindo essas dicas, você comprará o que realmente é essencial e não prejudicará seu orçamento.