4 dicas para fazer uso inteligente do cartão de crédito.

Você sabia que é possível utilizar o cartão de crédito de maneira inteligente? sso implica que é viável utilizá-lo como um apoio ao seu planejamento financeiro, proporcionando vantagens em vez de desvantagens.

Anúncios

De fato, o cartão de crédito é extremamente conveniente, e para evitar cair em dívidas, é importante encará-lo como uma espécie de empréstimo de curto prazo, com a obrigação de quitação em até 40 dias. Diferente do que muitos pensam, o cartão não é uma extensão do salário. Pelo contrário, só devemos fazer compras no cartão de crédito quando temos a certeza de que poderemos quitar a fatura no próximo mês.

Simplificamos esse assunto para você e separou algumas dicas que vão te ajudar a usar o cartão de crédito de forma inteligente. Veja abaixo!

1. Cuidado com o parcelamento

Você costuma parcelar suas compras até perder de vista? Tenha cuidado com o endividamento! Parcelar muitas compras pode ser desvantajoso, tornando mais difícil acompanhar os gastos efetivos do mês.

Além disso, você pode levar vários meses para quitar uma única compra, que em alguns casos, nem se lembra mais de ter feito. Sempre que possível, opte pelo pagamento à vista, especialmente se houver desconto. Se precisar parcelar, não se esqueça de considerar o custo das parcelas nos meses seguintes.

Uma dica adicional: alguns cartões, como o Nubank, oferecem descontos para o adiantamento de parcelas. Nesse caso, pode ser vantajoso parcelar o máximo de vezes possível sem juros e, em seguida, antecipar o pagamento pelo aplicativo para obter um desconto extra.

Anúncios

2. Fuja do pagamento mínimo

Pode ser tentador quando você recebe a fatura e percebe que é viável efetuar apenas o pagamento mínimo para manter o uso do cartão. No entanto, evite essa armadilha! Optar pelo pagamento mínimo leva você para o crédito rotativo do cartão, que possui taxas de juros consideravelmente elevadas.

O perigo é que a dívida vira uma bola de neve porque são feitas novas compras todos os meses, que não são pagas no tempo correto. Quando você perceber, já vai estar com uma dívida muito alta.

Por isso, nada de pagamento mínimo! Certifique-se de planejar suas finanças de forma a assegurar o pagamento integral da fatura. Em situações extremas, considere não efetuar o pagamento da fatura em questão e busque uma renegociação com o seu gerente. É mais aconselhável do que manter o cartão disponível para realizar novas aquisições.

3. Escolha um cartão sem anuidade 

Há algo mais vantajoso do que utilizar um cartão de crédito sem custos de anuidade? Atualmente, já estão disponíveis várias alternativas com o benefício de não cobrar nada pelo seu uso. Alguns cartões interessantes são: 

  • O Cartão Santander Free é um cartão internacional que oferece anuidade gratuita quando R$100 são gastos por mês.
  • Cartão do Banco Inter, que oferece um Mastercard Múltiplo internacional sem anuidade;
  • O Cartão Nubank,, um dos mais populares, ainda oferece descontos na fatura quando parcelas são antecipadas.

4. Evite ter mais de dois cartões

Você concorda que quanto mais crédito disponível, maiores são as chances de endividamento? Algumas pessoas possuem vários cartões de crédito, cujo limite total excede significativamente sua renda mensal. Isso representa um risco considerável.

Não se esqueça de planejar suas finanças de modo a assegurar o pagamento integral da fatura. Portanto, a dica para quem tem dificuldades em se organizar é a seguinte: mantenha apenas um cartão. Isso torna mais simples controlar seus gastos, a data de vencimento, parcelamentos e o uso geral do cartão de crédito.

Como você pode perceber, é plenamente possível usar o cartão de crédito de maneira inteligente. Para isso, prefira compras à vista, evite o parcelamento mínimo, busque cartões com anuidade gratuita e não acumule diversos cartões.

Que tal esclarecer se vale a pena pegar empréstimo para renegociar uma dívida?