Precisando economizar? Veja como renegociar o aluguel

Não é novidade para ninguém que a pandemia fez com que muitas pessoas perdessem o emprego ou tivessem sua fonte de renda reduzida. No entanto, as contas como aluguel, luz e mercado continuam chegando.

Anúncios

Nessas horas, além de pensar em formas de fazer renda extra, é importante aprender a economizar a renegociar algumas contas e é sobre isso que o Conta Corrente falará a seguir:

Como conseguir negociar aluguel 

Se você está certo de que precisará renegociar aluguel, aproveite os momentos adequados, que são: ao iniciar um novo contrato ou nas vésperas de vencimento de um.  Nessas ocasiões, os locatários têm interesse em fechar o negócio ou manter o inquilino, então estarão mais suscetíveis a aceitar ofertas. Agora, veja as dicas:

1. Saiba quanto pode pagar

A primeira dica é: organize as finanças e veja quanto do seu orçamento poderá ser comprometido com o aluguel. A partir disso, vá para o momento da negociação já com o valor máximo em mente. Reforce a sua necessidade de manter aquele limite de preço, mas seja coerente. Se precisar de um desconto muito alto, talvez seja o momento de procurar um local mais em conta para ficar.

2. Relembre melhorias feitas no imóvel

Quando uma família mora por muito tempo em um local, é comum implementarem algumas melhorias para o conforto. Estamos falando de pinturas, pequenas reformas, reparos e demais incrementos que podem ser utilizados no momento da negociação. Seja franco com o proprietário e explique as melhorias feitas e veja se há como abater o custo da reforma no preço do aluguel.

3. Pesquise o preço dos aluguéis da região

Essa é uma das dicas mais importantes! Vale conversar com outros moradores, vizinhos e até mesmo buscar na internet para verificar a média de preço de aluguéis da região. Caso eles estejam mais baratos do que você paga, terá um argumento forte de negociação e maiores chances de conseguir diminuir o valor da mensalidade. Você também pode pesquisar em uma imobiliária de confiança.

Anúncios

4. Reforce que é um bom pagador

Uma negociação requer que você “venda seu peixe”. Por isso, se for um inquilino que sempre paga as contas corretamente e não dá dores de cabeça para a imobiliária ou proprietário, use isso a seu favor. Bons inquilinos são valiosos e, dificilmente, um proprietário irá querer passar por todo o processo de busca de um novo morador.

6. Seja sincero e transparente

Ser sincero sobre a real situação financeira da sua família é importante para conseguir a empatia do proprietário. Vale, inclusive, levar os comprovantes que demonstrem a queda de renda nos últimos meses. Afinal, isso aconteceu com muita gente!

Explique sua razões de forma honesta e transparente e fale a verdade, além de ir munido com as demais informações que citamos acima. Dessa forma, suas chances de êxito são maiores.

Como vimos, renegociar aluguel é algo possível, mas para a negociação dar certo é preciso ter argumentos fortes, ser sincero e fazer uma pesquisa de mercado para fazer uma oferta justa e compatível. Dessa forma, ambos os lados saem ganhando.

Trends