O dinheiro está apertado no Natal? Veja como gastar menos nesta data

Os anúncios de Natal já estão presentes na TV, as lojas e shopping centers já estão decorados, e todos já percebemos que o Natal se aproxima rapidamente! Junto das festas de fim de ano, chegam também os gastos. Por mais que em 2020 a ceia seja menor, é inevitável não assumir uns gastos extras nessa época.

Anúncios

No entanto, com planejamento e antecedência é possível, sim, economizar dinheiro no Natal. E o artigo de hoje falará justamente disso. Se você quer aproveitar as feitas sem se endividar, continue a leitura e veja as dicas que preparamos:

Economize na ceia de Natal

Não existe Natal sem uma mesa farta com a ceia mais típica do ano, certo? Na verdade, é possível economizar sem abrir mão de alguns pratos favoritos. A primeira dica é pesquisar preços antes de fazer as compras. Geralmente, os mercados atacadistas oferecem preços atrativos, veja se existe algum perto da sua casa.

Além disso, monte uma lista! Nada de improvisar na hora o que deve ser levado, ok? Calcule muito bem a quantidade de comida adequada para todos. É muito comum que as famílias exagerem nessa época, preparando refeições que duram por vários dias na geladeira. 

Outra opção para deixar a ceia natalina mais econômica para todos é dividindo os pratos entre a família. Um tio pode levar sobremesa, a cunhada um acompanhamento, o irmão uma ave… e assim a mesa fica cheia sem pesar no bolso de ninguém.

Defina um orçamento para a lista de presentes

O espírito de Natal traz consigo aquele desejo de presentear e ser presenteado. A boa notícia é que é possível economizar nesse aspecto também. Quanto maior a família, mais difícil dar presentes caros para todos. Quando o orçamento estiver limitado, considere a ideia de presentes simbólicos.

Anúncios

Antes de tudo, monte uma lista com as pessoas que gostaria de presentear e defina também, a partir da organização das suas próprias finanças, qual é o valor máximo que você pode gastar para essa finalidade.

Fazendo esse planejamento prévio fica mais fácil decidir o que comprar para cada um, já que você já terá uma margem de preço para gastar com cada presente. 

Compre de pequenos empreendedores 

Aliás, para quem busca economia, comprar de pequenos empreendedores é uma ideia interessante. Provavelmente existem negócios locais com opções de presentes, como bolsas, canecas personalizadas, jogos de cozinha, cestas, cosméticos etc. Além de ajudar o comércio local, você evita gastos com fretes. 

Não se esqueça das contas de início do ano

Não vale viver o Natal sem pensar que no mês seguinte virão muitas contas para pagar. Estamos falando do IPVA, IPTU, material escolar, uniforme e outros gastos que são específicos de início de ano. Procure se organizar para não comprometer todo o orçamento disponível com as festas, ok?

Use o cartão de crédito com cautela

Nós sabemos que o cartão de crédito é um dos maiores aliados das compras de Natal. No entanto, é muito fácil cometer deslizes utilizando essa forma de pagamento. Lembre-se de garantir que poderá pagar a fatura do mês e evite ao máximo atrasar o pagamento — os juros são bem altos.

Se você quiser economizar ainda mais com o cartão, vale a pena escolher um que não cobra anuidade. Alguns exemplos são:

  • O Cartão Santander Free é uma opção de cartão internacional que oferece anuidade gratuita quando gastos de pelo menos R$100 mensais são registrados. Além disso, a aprovação de novas contas é rápida e não é necessário possuir uma conta corrente.
  • Cartão do Banco Inter, que disponibiliza um Mastercard Múltiplo internacional sem taxas de anuidade;
  • Cartão do Nubank, um dos mais populares e que proporciona descontos na fatura mediante a antecipação de parcelas.

Viu? É possível ter um bom Natal gastando pouco. Para isso, você precisa de planejamento e controle de gastos, tendo uma visão realista do que cabe ou não dentro do orçamento.