5 dicas para descobrir qual faculdade fazer

Muitas pessoas sonham em cursar uma graduação. Além de ser uma oportunidade de aprender sobre algum assunto que a pessoa ama, também é a chance de conseguir um bom emprego e ter uma vida mais confortável. Mas, como saber qual faculdade fazer?

Anúncios

Existem milhares de cursos de graduação disponíveis pelo Brasil e decidir uma área para se especializar pode ser um momento realmente delicado. Mas, fique tranquilo. Nós da Conta Corrente separamos 5 dicas valiosas que te ajudarão na hora de tomar uma decisão. Vamos lá?

1. Reflita sobre suas habilidades e gostos

Escolher uma carreira realmente é algo desafiador, mas existem alguns indícios iniciais que dão pistas sobre as áreas do conhecimento que mais combinam com uma pessoa. O mais óbvio desses indícios é a matéria da escola predileta. 

É claro que você não precisa, necessariamente, fazer um curso de licenciatura, mas entender qual área você tem mais aptidão é um bom termômetro para ver qual curso combina mais com você. Por exemplo: se você ama estudar matemática e física, os cursos de engenharia podem ser uma boa ideia — existem diversas opções!

Agora, se português e redação são suas disciplinas prediletas, os cursos da área de humanas podem ser uma boa, como jornalismo e direito. Por mais que você não tenha uma matéria do coração, pelo menos verifique se existe alguma delas que você se recusa a estudar na faculdade. Usar o fator eliminação também pode te ajudar.

Pense sobre você além da escola também. Quem são as pessoas que você admira? Quais são seus hobbies e atividades extraclasse? Seus gostos pessoais e habilidades gerais também podem se desenrolar em uma carreira. 

Anúncios

2. Faça um teste vocacional

Você já fez um teste vocacional? Eles podem ser muito úteis na hora de pensar em qual faculdade fazer. Existem milhares de opções disponíveis na internet, muitas delas gratuitas. Basicamente, esses testes fazem perguntas a respeito da forma como você se comporta em determinadas situações, assim como as reações que você tem diante de diversos contextos.

Essa atividade é interessante porque dá algum direcionamento, apontado algumas carreiras que combinam com o seu estilo. Você também pode optar por fazer uma orientação vocacional com um profissional especializado, como um psicólogo. Assim, o resultado é ainda mais certeiro. 

3. Entenda suas prioridades

Até aqui, falamos sobre a importância de encontrar um curso que combine com a gente. Mas, na verdade, sabemos que esse não é o único fator que é levado em conta. Muitas pessoas veem a faculdade como uma oportunidade de mudar de vida e acabam escolhendo cursos que costumam ter boas vagas de emprego, com salários generosos.

Por isso, antes de fazer sua escolha, decida se você levará em conta suas afinidades ou também o mercado de trabalho. Essa é uma escolha muito pessoal, mas é importante avaliar com sinceridade se ser formado em um curso que teoricamente traz dinheiro vai te fazer feliz. 

4. Qual faculdade fazer: analise as opções disponíveis

Após refletir sobre você e sobre os cursos que dão ou não dinheiro, é o momento de analisar as opções de cursos disponíveis. Você quer fazer faculdade pública ou particular? Presencial ou à distância? Tecnólogo, licenciatura ou bacharelado? Pesquise muito bem as opções de faculdade.

Depois de já ter uma ideia de graduação, ou pelo menos de área, comece a ler a grade curricular dos cursos, que fica disponível nos sites das universidades. Assim, você consegue saber quais disciplinas precisaria estudar e pode analisar se te agradam ou não.

5. Tenha um plano B em mente

Para decidir qual faculdade fazer é preciso ter muita calma e sabedoria. Mas mesmo tomando todos os cuidados, a escolha pode não agradar. É muito comum que os alunos não se adaptem a algum curso ou percebam que não era bem aquilo que esperavam. Isso é normal, então, caso aconteça, fique calmo.

Para situações como essa, é importante ter um plano B. Resgate toda a reflexão sobre suas habilidades e afinidades e veja quais outros cursos pareciam interessantes. Se dê a chance de experimentar e tenha paciência. Com certeza, algum deles fará sentido para você.

Neste artigo, falamos sobre a importância de conhecer suas próprias habilidades e interesses na hora de descobrir qual faculdade fazer. Muitas pessoas visam os cursos com melhor remuneração, mas é importante ter paciência e decidir com sabedoria qual carreira faz mais sentido no seu caso.