É melhor pagar à vista ou parcelado? Entenda de uma vez por todas

Você já esteve prestes a fazer uma compra e teve dúvida se era melhor pagar à vista ou parcelado? A verdade é que cada situação deve ser avaliada individualmente, mas há algumas situações comuns que merecem atenção.

Anúncios

Neste artigo, abordaremos todos os aspectos necessários para ajudá-lo a decidir entre efetuar o pagamento à vista ou parcelado.

Pagar à vista

Caso o pagamento à vista não te dê nenhum desconto, é necessário reconsiderar se essa é a melhor opção. Nós sabemos que todo lojista arca com custos relativos à operadora do cartão de crédito. Por isso, quando uma compra é feita à vista no dinheiro, faz sentido receber algum desconto, que seria justamente o dinheiro que iria para a operadora.

Se ainda assim, o desconto não for uma opção, o que deve ser levado em conta é se você tem dinheiro à mão para arcar com aquela compra. Para isso, é importante também entender se aquela compra estava prevista na sua meta de gastos.

Caso a resposta seja positiva e existe a possibilidade de gastar todo o valor de uma vez, o pagamento à vista é uma boa opção. Assim, você se livra das prestações e não compromete o orçamento que sequer entrou na sua conta ainda.

Pagar parcelado

Em contrapartida, o parcelando serve justamente para quando não é possível gastar todo o valor da compra em uma única vez. Nesse caso, é importante ter em mente que as parcelas também devem caber no seu bolso. Nada de criar uma bola de neve de contas que te deixarão com nome sujo, ok?

O mais comum é parcelar compras maiores. Mesmo assim, se possível, é interessante não escolher um número muito alto de parcelas, para que elas não se percam de vista. Assim, você mantém um controle mais firme do seu orçamento, evitando o endividamento. 

Anúncios

À vista ou parcelado: o impacto na vida financeira

Como dissemos, caso você tenha dinheiro em mãos para fazer a compra, pagar à vista pode ser uma boa ideia. Mas, é necessário, primeiro, avaliar o impacto daquela compra na sua vida financeira.

Nós explicamos. Talvez, você tenha uma reserva de emergência com 3 mil reais. Então, sua geladeira quebrou. Você precisa de uma nova e não há como adiar por muito tempo a compra desse eletrodoméstico, certo?

A geladeira que você quer custa R$2.500, então vale a pena pagar à vista? Talvez não. Se levar em conta que só sobrará R$ 500, em caso de uma emergência, como gastos com remédios ou mesmo uma demissão, é muito provável que você tenha que recorrer à empréstimos e cheque especial.

Embora existam empréstimos com juros pequenos, é interessante evitar ao máximo pedi-lo. Por isso, caso você precise gastar toda sua reserva para pagar à vista, é importante avaliar muito bem as condições. Talvez, valha mais a pena parcelar para que suas economias continuem seguras. 

Desconto em adiantar parcelas

Caso você use o cartão de crédito do Nubank, há uma outra situação a ser considerada: a possibilidade de ganhar descontos ao antecipar parcelas. Se você tinha a intenção de fazer uma compra à vista, mas o lojista não dá nenhuma vantagem por isso, vale a pena parcelar a compra sem juros.

Depois que a compra for constatada pelo cartão, você pode solicitar o adiantamento das parcelas, diretamente pelo aplicativo. Ao usar essa função, a própria plataforma já mostra uma simulação com o desconto a ser recebido. Muito prático!

Como vimos, decidir entre pagar à vista ou parcelado depende de alguns fatores, como: se há dinheiro em conta para ser gasto naquele momento, se a compra impactará muito na reserva de emergência, se há desconto, entre outros. Independentemente da forma escolhida, saiba que é essencial manter hábitos financeiros saudáveis para fugir do endividamento.

Agora que concluiu a leitura, que tal entender um pouco mais se vale a pena pegar empréstimo para pagar dívidas?